Abengoa Bioenergia entra com pedido de recuperação judicial

Por Camila Souza Ramos | De São Paulo A Abengoa Bioenergia Brasil, braço da espanhola Abengoa que possui duas usinas sucroalcooleiras em operação no Estado de São Paulo, entrou com […]

NESTLÉ ELEVA META, MAS FICA NA L’ORÉAL

Por Dow Jones | De Londres Múlti comandada por Mark Schneider sobre pressões de investidor ativista A Nestlé estabeleceu uma nova meta de margem de lucro e anunciou que vai […]

CARF ACEITA OPERAÇÃO QUE REDUZ TRIBUTOS SOBRE VENDA DE AÇÕES

Por Adriana Aguiar | De São Paulo Thais de Barros Meira: decisão é a primeira proferida pela nova composição do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais O Conselho Administrativo de Recursos […]

FISCO TRIBUTARÁ ATIVO AFERIDO A VALOR JUSTO

Por Laura Ignacio | De São Paulo Advogada Vanessa Rahal Canado: solução de consulta pode gerar ações A redução de capital pelo valor contábil não gera à empresa ganho de […]

DIVERGÊNCIA DE JBS E BNDES ESTÁ LONGE DO FIM

Por Graziella Valenti e Francisco Góes | De São Paulo e do Rio Paulo Rabello de Castro, presidente do BNDES: banco parece ter desistido de pedir o cancelamento da reunião […]

VAREJO DE MODA AVANÇA E DÁ SINAIS DE RECUPERAÇÃO

Por Cibelle Bouças | São Paulo Pesquisa do IBGE indica alta de 15,5% nas vendas do setor de varejo têxtil, vestuário e calçados no terceiro trimestre O varejo brasileiro de […]

RBR LANÇA FUNDO E VÊ RETOMADA EM IMÓVEIS

Por Talita Moreira | De São Paulo A RBR Asset, gestora de ativos especializada no setor imobiliário, lançou na sexta-feira seu primeiro fundo negociado em bolsa, vislumbrando uma retomada do […]

PUPIN FAZ NOVO PEDIDO DE RECUPERAÇÃO JUDICIAL

Por Kauanna Navarro | De São Paulo Cerca de um ano e meio depois de ter seu pedido de recuperação judicial como “empresário rural” negado pelo Tribunal de Justiça de […]

BANCOS DE FOMENTO DEVEM FINANCIAR BAIXO CARBONO, DIZ ESPECIALISTA FRANCÊS

Por Daniela Chiaretti | De Brasília Rèmy Rioux: “Ideia é ter modelo mais rico, integrando o risco climático e contribuindo para a formulação de políticas públicas” Os bancos de desenvolvimento […]

CCPR QUER RECOMPRAR FATIA DE 50% NA ITAMBÉ

Por Alda do Amaral Rocha | De São Paulo A Cooperativa Central dos Produtores Rurais de Minas Gerais Ltda. (CCPR), dona de 50% da Itambé Alimentos, quer recomprar os 50% […]

27/07/2017

Carrefour tem interesse em fazer aquisições

Por Beth Koike | De São Paulo

Desmartis, CEO do Carrefour, diz que a rede está mais confortável para investir

Após levantar pelo menos R$ 4,5 bilhões em sua oferta inicial de ações (IPO) na semana passada, cujos recursos foram revertidos basicamente para pagamento de dívida, o Carrefour tem interesse em fazer aquisições e prevê ampliação e melhorias de 40 unidades já existentes, o que representa 10,5% do total de lojas que a varejista possui no Brasil.

Segundo Charles Desmartis, presidente do Carrefour Brasil, a varejista está mais confortável para investir porque reduziu drasticamente seu endividamento. “Pensamos muito se iríamos abrir a loja e o shopping agora ou adiar devido ao atual cenário econômico. O financiamento desse projeto já estava pago, mas o IPO ajudou na nossa decisão”, disse. Hoje, o Carrefour inaugura em São Paulo um hipermercado ‘conceito’ e o shopping Pamplona – ambos de propriedade da varejista e voltados ao público premium.

Entre as 40 unidades que serão parcialmente ou totalmente reformadas, 12 estão em São Paulo. Entre esses projetos estão, por exemplo, a loja da Marginal Pinheiros, na capital paulista, que será demolida para abrigar no mesmo terreno torres comercial e residencial. O projeto do prédio residencial seria tocado pela Odebrecht, mas há negociações em andamento para troca da construtora.

Em relação a outro investimento, o Cosmopolitano Shopping, em São Paulo, o grupo diz que o projeto segue em obras. O hipermercado que fica no local está em operação. O Valor antecipou em maio que a abertura do Cosmopolitano foi adiada por causa da crise econômica. Há ainda planos de modernização de unidades na Barra da Tijuca (RJ), Brasília e Recife, Minas Gerais, entre outros locais.

O valor do investimento para modernização das atuais unidades não foi revelado, nem tampouco o montante aplicado na loja conceito e no shopping Pamplona. O novo hipermercado do Carrefour tem um projeto arquitetônico com evolução em relação ao modelo tradicional. Há caixas para pagamento sem atendente e cupons de descontos que são liberados em displays ou pelo aplicativo do Carrefour, cujo desconto é dado de acordo com o perfil de compras do cliente.

Desmartis diz que a expectativa é que sejam realizadas seis mil compras por dia na loja da Pamplona, volume superior ao das demais unidades, mas ele não revela o volume de tíquetes da rede.

Após um ano e meio de obras, o Jardim Pamplona Shopping também abre as portas hoje. Segundo Fernando Lunardini, diretor-presidente do Carrefour Property Division, quase 100% das 83 lojas do empreendimento já tiveram seus contratos de locação fechados. Questionado sobre acordos de descontos em alugueis aos lojistas, Lunardini nega a negociação. “Conseguimos negociar nas mesmas condições de 2013 e pudemos escolher as lojas mais adequadas ao perfil do shopping”.

Na primeira fase, inaugurada hoje, são 25 lojas. Segundo Lunardini, os esforços são para que as demais lojas e restaurantes sejam abertos neste segundo semestre. (Colaborou Adriana Mattos)

Via: Folha de São Paulo — Clipping de notícias de Leônidas Herndl, com informações do país e do mundo, além de finanças, economia e demais temas pertinentes.
< Voltar ao início

contato@leonidasherndl.com.br

© 2014 - Todos os direitos reservados - Leonidas Herndl

Goodae