Abengoa Bioenergia entra com pedido de recuperação judicial

Por Camila Souza Ramos | De São Paulo A Abengoa Bioenergia Brasil, braço da espanhola Abengoa que possui duas usinas sucroalcooleiras em operação no Estado de São Paulo, entrou com […]

NESTLÉ ELEVA META, MAS FICA NA L’ORÉAL

Por Dow Jones | De Londres Múlti comandada por Mark Schneider sobre pressões de investidor ativista A Nestlé estabeleceu uma nova meta de margem de lucro e anunciou que vai […]

CARF ACEITA OPERAÇÃO QUE REDUZ TRIBUTOS SOBRE VENDA DE AÇÕES

Por Adriana Aguiar | De São Paulo Thais de Barros Meira: decisão é a primeira proferida pela nova composição do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais O Conselho Administrativo de Recursos […]

FISCO TRIBUTARÁ ATIVO AFERIDO A VALOR JUSTO

Por Laura Ignacio | De São Paulo Advogada Vanessa Rahal Canado: solução de consulta pode gerar ações A redução de capital pelo valor contábil não gera à empresa ganho de […]

DIVERGÊNCIA DE JBS E BNDES ESTÁ LONGE DO FIM

Por Graziella Valenti e Francisco Góes | De São Paulo e do Rio Paulo Rabello de Castro, presidente do BNDES: banco parece ter desistido de pedir o cancelamento da reunião […]

VAREJO DE MODA AVANÇA E DÁ SINAIS DE RECUPERAÇÃO

Por Cibelle Bouças | São Paulo Pesquisa do IBGE indica alta de 15,5% nas vendas do setor de varejo têxtil, vestuário e calçados no terceiro trimestre O varejo brasileiro de […]

RBR LANÇA FUNDO E VÊ RETOMADA EM IMÓVEIS

Por Talita Moreira | De São Paulo A RBR Asset, gestora de ativos especializada no setor imobiliário, lançou na sexta-feira seu primeiro fundo negociado em bolsa, vislumbrando uma retomada do […]

PUPIN FAZ NOVO PEDIDO DE RECUPERAÇÃO JUDICIAL

Por Kauanna Navarro | De São Paulo Cerca de um ano e meio depois de ter seu pedido de recuperação judicial como “empresário rural” negado pelo Tribunal de Justiça de […]

BANCOS DE FOMENTO DEVEM FINANCIAR BAIXO CARBONO, DIZ ESPECIALISTA FRANCÊS

Por Daniela Chiaretti | De Brasília Rèmy Rioux: “Ideia é ter modelo mais rico, integrando o risco climático e contribuindo para a formulação de políticas públicas” Os bancos de desenvolvimento […]

CCPR QUER RECOMPRAR FATIA DE 50% NA ITAMBÉ

Por Alda do Amaral Rocha | De São Paulo A Cooperativa Central dos Produtores Rurais de Minas Gerais Ltda. (CCPR), dona de 50% da Itambé Alimentos, quer recomprar os 50% […]

23/03/2017

Grupo BMG compra fatia em companhia focada em ‘startup’

Por Marcos de Moura e Souza | De Belo Horizonte

A família de banqueiros Pentagna Guimarães, dona do banco BMG, de Minas Gerais, adquiriu uma fatia da Bossa Nova Investimentos, empresa sediada em São Paulo e especializada em investir em “startups”. A operação pretende multiplicar o tamanho da Bossa Nova, que tem hoje cerca de 150 startups de diversos setores em sua carteira. O plano é chegar a mil dentro de três anos.

A aquisição foi feita pelo Grupo BMG, que reúne uma variedade de negócios não-financeiros da família, entre eles fazendas, câmaras frias, fabricação de torres de alta tensão e energia eólica. As empresas não divulgaram o valor da aquisição nem o tamanho da fatia. Mas o acordo prevê investimento do Grupo BMG de R$ 100 milhões pelos próximos três anos. “Queremos chegar a ter mil startups”, disse Eduardo Dominicale, vice-presidente do Grupo BMG.

João Kepler, um dos sócios da Bossa Nova, diz que a ideia é encerrar este ano já com 200 startups investidas e alcançar as esperadas mil em 2020. A Bossa Nova investe em companhias que já estejam faturando, embora ainda em fase de desenvolvimento, e que são dedicadas a soluções para outras empresas.

A companhia, segundo Kepler, está dedicada a aportar recursos entre R$ 100 mil e R$ 800 mil. A Bossa Nova investe em troca de ações, papéis que em geral são vendidos quando as empresas, valorizadas, são adquiridas por outras companhias ou investidores.

O Grupo BMG, disse Dominale, viu nesse negócio uma forma de apostar em inovação e empreendedorismo, além de uma maneira de trazer novidades tecnológicas ainda em estágio nascente para as empresas do grupo.

“Vamos ajudar a promover um incremento das startups com parcerias com empresas do grupo”, disse Dominicale. O Grupo BMG passará a participar da escolha das startups a terem o apoio da Bossa Nova.

Via: Folha de São Paulo — Clipping de notícias de Leônidas Herndl, com informações do país e do mundo, além de finanças, economia e demais temas pertinentes.
< Voltar ao início

contato@leonidasherndl.com.br

© 2014 - Todos os direitos reservados - Leonidas Herndl

Goodae