Abengoa Bioenergia entra com pedido de recuperação judicial

Por Camila Souza Ramos | De São Paulo A Abengoa Bioenergia Brasil, braço da espanhola Abengoa que possui duas usinas sucroalcooleiras em operação no Estado de São Paulo, entrou com […]

NESTLÉ ELEVA META, MAS FICA NA L’ORÉAL

Por Dow Jones | De Londres Múlti comandada por Mark Schneider sobre pressões de investidor ativista A Nestlé estabeleceu uma nova meta de margem de lucro e anunciou que vai […]

CARF ACEITA OPERAÇÃO QUE REDUZ TRIBUTOS SOBRE VENDA DE AÇÕES

Por Adriana Aguiar | De São Paulo Thais de Barros Meira: decisão é a primeira proferida pela nova composição do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais O Conselho Administrativo de Recursos […]

FISCO TRIBUTARÁ ATIVO AFERIDO A VALOR JUSTO

Por Laura Ignacio | De São Paulo Advogada Vanessa Rahal Canado: solução de consulta pode gerar ações A redução de capital pelo valor contábil não gera à empresa ganho de […]

DIVERGÊNCIA DE JBS E BNDES ESTÁ LONGE DO FIM

Por Graziella Valenti e Francisco Góes | De São Paulo e do Rio Paulo Rabello de Castro, presidente do BNDES: banco parece ter desistido de pedir o cancelamento da reunião […]

VAREJO DE MODA AVANÇA E DÁ SINAIS DE RECUPERAÇÃO

Por Cibelle Bouças | São Paulo Pesquisa do IBGE indica alta de 15,5% nas vendas do setor de varejo têxtil, vestuário e calçados no terceiro trimestre O varejo brasileiro de […]

RBR LANÇA FUNDO E VÊ RETOMADA EM IMÓVEIS

Por Talita Moreira | De São Paulo A RBR Asset, gestora de ativos especializada no setor imobiliário, lançou na sexta-feira seu primeiro fundo negociado em bolsa, vislumbrando uma retomada do […]

PUPIN FAZ NOVO PEDIDO DE RECUPERAÇÃO JUDICIAL

Por Kauanna Navarro | De São Paulo Cerca de um ano e meio depois de ter seu pedido de recuperação judicial como “empresário rural” negado pelo Tribunal de Justiça de […]

BANCOS DE FOMENTO DEVEM FINANCIAR BAIXO CARBONO, DIZ ESPECIALISTA FRANCÊS

Por Daniela Chiaretti | De Brasília Rèmy Rioux: “Ideia é ter modelo mais rico, integrando o risco climático e contribuindo para a formulação de políticas públicas” Os bancos de desenvolvimento […]

CCPR QUER RECOMPRAR FATIA DE 50% NA ITAMBÉ

Por Alda do Amaral Rocha | De São Paulo A Cooperativa Central dos Produtores Rurais de Minas Gerais Ltda. (CCPR), dona de 50% da Itambé Alimentos, quer recomprar os 50% […]

05/07/2017

Insper planeja dobrar de tamanho

[Por Beth Koike | De São Paulo

Marcos Lisboa, presidente do Insper: “Estratégia é criar uma escola integrada”

Conhecida por ser uma instituição de ensino superior de nicho, referência na área de economia e voltada ao público premium, o Insper trabalha para mudar esses paradigmas. Atualmente, a escola – criada a partir da cisão com o Ibmec em 2004 – tem como principais projetos erguer uma nova torre que dobrará sua capacidade, ampliar em dez vezes o número de alunos de engenharia nos próximos sete anos e inaugurar um alojamento para bolsistas no próximo mês.

O Insper não almeja ser só uma faculdade plural, que atende a diferentes públicos, e sim uma “escola integrada”, segundo definição de seu presidente, o economista Marcos Lisboa que há dois anos substituiu Claudio Haddad, atual presidente do conselho do Insper. “Nosso aluno precisa ter domínio dos fundamentos e ao mesmo tempo ter um olhar para o mercado e capacidade de se adequar a problemas particulares”, afirma. Antes, Lisboa foi vice-presidente do Itaú Unibanco e secretário de política econômica do Ministério da Fazenda.

A próxima empreitada é a abertura de um alojamento nas proximidades do campus, na Vila Olímpia, em São Paulo. A nova moradia tem capacidade para atender 51 estudantes com bolsa integral e que moram fora da Região Metropolitana de São Paulo. Além de 100% da mensalidade, o Insper arca com custos de alimentação, hospedagem, material escolar, entre outros itens, que totalizam cerca de R$ 6,4 mil por estudante ao mês. Até então, eles ficavam hospedados em flats. O programa de bolsas do Insper tem hoje 237 alunos contemplados, sendo que 145 deles possuem bolsas parciais e o restante tem, no mínimo, subsídio de 100% da mensalidade.

Outro projeto de infraestrutura é a nova torre da escola que está sendo erguida num terreno em frente ao atual prédio, com investimento de R$ 50 milhões. “Nossa previsão é inaugurar no fim de 2018. Haverá áreas voltadas à inovação e empreendedorismo. Os alunos terão aulas nos dois prédios”, diz Carolina da Costa, vice-presidente de graduação do Insper. Os recursos do empreendimento vêm do caixa da instituição que fechou 2016 com receita líquida de R$ 170,4 milhões e superávit de R$ 15,4 milhões.

Além do superávit, cuja boa parte é revertida à escola, o Insper também recebe doações nos moldes das universidades americanas. Em 2016, foram quase R$ 30 milhões em doações, principalmente de ex-alunos. O alojamento e o curso de engenharia, por exemplo, foram concretizados graças ao dinheiro de doadores. Criada há três anos, a graduação de engenharia recebeu doação de R$ 120 milhões que estão sendo aplicados ao longo de vários anos, seja para construção de modernos laboratórios quanto nos projetos acadêmicos.

Hoje, a turma da engenharia é formada por 200 estudantes, mas a meta é atingir 2 mil em sete anos. Esse é o volume atual de matriculados nos cursos de economia e administração. “Estamos formando um engenheiro completo, com competências para empreendedorismo e design. Nossos alunos do terceiro ano, da primeira turma de engenharia, acabaram de conquistar um prêmio mundial L’Oréal focado em inovação”, conta Lisboa.

Outro tema de grande interesse no Insper é a área de gestão e políticas públicas. “Estamos desenhando uma pós-graduação e mestrado. Pensamos inicialmente em criar um bacharelado, mas concluímos que é mais interessante como um complemento para quem se formou em outras áreas e vai ao encontro da nossa estratégia de criar uma escola integrada”, diz Roberto Pedote, vice-presidente da pós-graduação do Insper. Hoje, a escola tem 3 mil alunos na pós e outros 4,5 mil em cursos de educação executiva. Os cursos de gestão e políticas públicas são liderados por Milton Seligman e tem professores renomados como Naercio Menezes, Fernando Schüler, Ricardo Paes de Barros e Sergio Firpo.

Via: Folha de São Paulo — Clipping de notícias de Leônidas Herndl, com informações do país e do mundo, além de finanças, economia e demais temas pertinentes.
< Voltar ao início

contato@leonidasherndl.com.br

© 2014 - Todos os direitos reservados - Leonidas Herndl

Goodae