Abengoa Bioenergia entra com pedido de recuperação judicial

Por Camila Souza Ramos | De São Paulo A Abengoa Bioenergia Brasil, braço da espanhola Abengoa que possui duas usinas sucroalcooleiras em operação no Estado de São Paulo, entrou com […]

NESTLÉ ELEVA META, MAS FICA NA L’ORÉAL

Por Dow Jones | De Londres Múlti comandada por Mark Schneider sobre pressões de investidor ativista A Nestlé estabeleceu uma nova meta de margem de lucro e anunciou que vai […]

CARF ACEITA OPERAÇÃO QUE REDUZ TRIBUTOS SOBRE VENDA DE AÇÕES

Por Adriana Aguiar | De São Paulo Thais de Barros Meira: decisão é a primeira proferida pela nova composição do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais O Conselho Administrativo de Recursos […]

FISCO TRIBUTARÁ ATIVO AFERIDO A VALOR JUSTO

Por Laura Ignacio | De São Paulo Advogada Vanessa Rahal Canado: solução de consulta pode gerar ações A redução de capital pelo valor contábil não gera à empresa ganho de […]

DIVERGÊNCIA DE JBS E BNDES ESTÁ LONGE DO FIM

Por Graziella Valenti e Francisco Góes | De São Paulo e do Rio Paulo Rabello de Castro, presidente do BNDES: banco parece ter desistido de pedir o cancelamento da reunião […]

VAREJO DE MODA AVANÇA E DÁ SINAIS DE RECUPERAÇÃO

Por Cibelle Bouças | São Paulo Pesquisa do IBGE indica alta de 15,5% nas vendas do setor de varejo têxtil, vestuário e calçados no terceiro trimestre O varejo brasileiro de […]

RBR LANÇA FUNDO E VÊ RETOMADA EM IMÓVEIS

Por Talita Moreira | De São Paulo A RBR Asset, gestora de ativos especializada no setor imobiliário, lançou na sexta-feira seu primeiro fundo negociado em bolsa, vislumbrando uma retomada do […]

PUPIN FAZ NOVO PEDIDO DE RECUPERAÇÃO JUDICIAL

Por Kauanna Navarro | De São Paulo Cerca de um ano e meio depois de ter seu pedido de recuperação judicial como “empresário rural” negado pelo Tribunal de Justiça de […]

BANCOS DE FOMENTO DEVEM FINANCIAR BAIXO CARBONO, DIZ ESPECIALISTA FRANCÊS

Por Daniela Chiaretti | De Brasília Rèmy Rioux: “Ideia é ter modelo mais rico, integrando o risco climático e contribuindo para a formulação de políticas públicas” Os bancos de desenvolvimento […]

CCPR QUER RECOMPRAR FATIA DE 50% NA ITAMBÉ

Por Alda do Amaral Rocha | De São Paulo A Cooperativa Central dos Produtores Rurais de Minas Gerais Ltda. (CCPR), dona de 50% da Itambé Alimentos, quer recomprar os 50% […]

19/05/2017

Molegolar estima VGV acumulado de R$ 3 bi até dezembro

Por Chiara Quintão | De São Paulo

Saulo Suassuna, criador da tecnologia, diz que distratos ainda elevados favorecem demanda por formato modular

A Molegolar – startup originada da incorporadora pernambucana Suassuna Fernandes – estima chegar ao fim deste ano com contratos de prestação de serviços para incorporadoras de projetos com Valor Geral de Vendas (VGV) acumulado total de R$ 2,8 bilhões a R$ 3 bilhões. Em 2016, a Molegolar fechou novos contratos para empreendimentos com VGV de R$ 1 bilhão, alcançando a marca acumulada de R$ 2 bilhões.

A empresa desenvolve projetos de apartamentos modulares, chamados de “molegolares” pelo criador da tecnologia, Saulo Suassuna Fernandes Filho. O formato consiste em módulos que funcionam como apartamentos completos, com estrutura hidráulica, mesmo se adquiridos separadamente. O empresário desenvolveu a tecnologia há dois anos, após participar do curso Beyond Smart Cities, no Massachusetts Institute of Technology (MIT).

Na avaliação do empresário, o cenário atual, com distratos ainda elevados, favorece a demanda de incorporadoras pelos projetos modulares. “Em caso de dificuldade financeira, o cliente pode vender um módulo”, diz. Na prática, quando ocorrem problemas financeiros ou restrições de crédito, o cliente pode fazer um distrato parcial, sem ter de devolver o apartamento inteiro, ficando com um imóvel menor.

Mesmo que os distratos sejam regulamentados e reduzidos, continuará a haver mercado potencial para a tecnologia de produção de apartamentos em módulos, de acordo com Fernandes, em decorrência da mudança do perfil das famílias, com crescimento e diminuição do número de moradores de um imóvel.

A primeira entrega de um projeto modular está prevista para o fim deste ano, no Recife, em imóvel de alto padrão
O uso da tecnologia Molegolar foi regulamentado pela Prefeitura do Recife. A empresa está pleiteando que outras prefeituras, como as de São Paulo, Fortaleza e Passo Fundo (RS), regulamentem o modelo. Segundo o empresário, nos chamados eixos estruturantes da capital paulista – proximidades de metrô e corredores de transporte público -, o desenvolvimento de unidades modulares pode contribuir para o adensamento proposto pelo Novo Plano Diretor, ainda que de forma mais lenta.

A Molegolar buscará também, juntamente com as prefeituras das cidades em que desenvolver projetos, alíquotas menores de Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). Outro pleito é o de taxas de juros menores para esses empreendimentos com bancos que oferecem crédito imobiliário. O argumento para juros menores, segundo o empresário, é o risco menor para as instituições financeiras e a possibilidade de execução parcial do imóvel do cliente.

A primeira entrega de um empreendimento modular está prevista para o fim deste ano, no Recife. Trata-se de imóvel de alto padrão da incorporadora Suassuna Fernandes, com módulos de 54 metros quadrados e 58 metros quadrados. As unidades terão habite-se individuais correspondentes ao número de módulos.

Há quatro prédios em construção com a tecnologia e 42 projetos em desenvolvimento e em fase de aprovação. Do total, 26 contratos foram fechados no ano passado e onze de janeiro a abril. A empresa tem clientes também fora do país, nos Estados Unidos, Espanha e Portugal. A Molegolar receberá o equivalente a 2% do VGV de cada empreendimento que utilizar sua tecnologia.

Em média, o desenvolvimento de um projeto da empresa exige de cinco a seis vezes mais tempo do que o de um tradicional, segundo Fernandes. A Molegolar está buscando investidores para um software que possibilite mais velocidade aos projetos. No momento, a empresa negocia também parcerias com hotéis para o que chama de “molegotel”.

Via: Folha de São Paulo — Clipping de notícias de Leônidas Herndl, com informações do país e do mundo, além de finanças, economia e demais temas pertinentes.
< Voltar ao início

contato@leonidasherndl.com.br

© 2014 - Todos os direitos reservados - Leonidas Herndl

Goodae