Abengoa Bioenergia entra com pedido de recuperação judicial

Por Camila Souza Ramos | De São Paulo A Abengoa Bioenergia Brasil, braço da espanhola Abengoa que possui duas usinas sucroalcooleiras em operação no Estado de São Paulo, entrou com […]

NESTLÉ ELEVA META, MAS FICA NA L’ORÉAL

Por Dow Jones | De Londres Múlti comandada por Mark Schneider sobre pressões de investidor ativista A Nestlé estabeleceu uma nova meta de margem de lucro e anunciou que vai […]

CARF ACEITA OPERAÇÃO QUE REDUZ TRIBUTOS SOBRE VENDA DE AÇÕES

Por Adriana Aguiar | De São Paulo Thais de Barros Meira: decisão é a primeira proferida pela nova composição do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais O Conselho Administrativo de Recursos […]

FISCO TRIBUTARÁ ATIVO AFERIDO A VALOR JUSTO

Por Laura Ignacio | De São Paulo Advogada Vanessa Rahal Canado: solução de consulta pode gerar ações A redução de capital pelo valor contábil não gera à empresa ganho de […]

DIVERGÊNCIA DE JBS E BNDES ESTÁ LONGE DO FIM

Por Graziella Valenti e Francisco Góes | De São Paulo e do Rio Paulo Rabello de Castro, presidente do BNDES: banco parece ter desistido de pedir o cancelamento da reunião […]

VAREJO DE MODA AVANÇA E DÁ SINAIS DE RECUPERAÇÃO

Por Cibelle Bouças | São Paulo Pesquisa do IBGE indica alta de 15,5% nas vendas do setor de varejo têxtil, vestuário e calçados no terceiro trimestre O varejo brasileiro de […]

RBR LANÇA FUNDO E VÊ RETOMADA EM IMÓVEIS

Por Talita Moreira | De São Paulo A RBR Asset, gestora de ativos especializada no setor imobiliário, lançou na sexta-feira seu primeiro fundo negociado em bolsa, vislumbrando uma retomada do […]

PUPIN FAZ NOVO PEDIDO DE RECUPERAÇÃO JUDICIAL

Por Kauanna Navarro | De São Paulo Cerca de um ano e meio depois de ter seu pedido de recuperação judicial como “empresário rural” negado pelo Tribunal de Justiça de […]

BANCOS DE FOMENTO DEVEM FINANCIAR BAIXO CARBONO, DIZ ESPECIALISTA FRANCÊS

Por Daniela Chiaretti | De Brasília Rèmy Rioux: “Ideia é ter modelo mais rico, integrando o risco climático e contribuindo para a formulação de políticas públicas” Os bancos de desenvolvimento […]

CCPR QUER RECOMPRAR FATIA DE 50% NA ITAMBÉ

Por Alda do Amaral Rocha | De São Paulo A Cooperativa Central dos Produtores Rurais de Minas Gerais Ltda. (CCPR), dona de 50% da Itambé Alimentos, quer recomprar os 50% […]

11/12/2014

Nestlé vai produzir cápsulas em MG

A multinacional suíça Nestlé vai lançar na próxima semana a pedra fundamental de sua primeira fábrica de cápsulas de café fora da Europa. A unidade será em Montes Claros (MG) e demandará investimentos de R$ 186 milhões, segundo documento enviado pela empresa ao governo mineiro.

A nova instalação vai abastecer os mercados interno e externo a partir do segundo semestre de 2015, com cerca de 360 milhões de cápsulas ao ano, conforme a solicitação de licença ambiental. A Nestlé não comentou.

O lançamento do empreendimento, na próxima quinta-feira, deve contar com a presença do presidente global da Nestlé, Paul Bulcke, do presidente da empresa no Brasil, Juan Carlos Marroquín, e do vice-presidente para as Américas, Laurent Freixe.

Em fevereiro, o Valor informou que o Brasil era candidato a ter uma fábrica de cápsulas da Nestlé da marca Nescafé Dolce Gusto, mais popular que a Nespresso. A multinacional não confirmou que marca será produzida na nova unidade.

A brasileira 3corações também terá uma fábrica de cápsulas em Montes Claros (MG), com investimento inicial de R$ 45 milhões e previsão de aplicar outros R$ 45 milhões, caso a demanda continue em alta. Os projetos das duas fabricantes somam R$ 276 milhões.

A 3corações informa que a fábrica começa a ser construída no primeiro trimestre de 2015 e vai produzir cápsulas de diversas bebidas. Atualmente, os produtos são encapsulados na Itália.

A fábrica da Nestlé será em propriedade anexa à unidade da companhia que produz leite condensado. O documento do governo mineiro diz que serão empregadas 120 pessoas.

Segundo fontes do setor, a Nestlé vem negociando, há meses, uma autorização do governo brasileiro para importar café verde de outros países, para compor seus “blends” nas cápsulas. Não há proibição de importação da matéria-prima, mas é exigido um certificado de análise de risco de pragas do Ministério da Agricultura. O assunto ainda está sendo discutido dentro do governo e se houver alguma decisão, será deliberada pela Câmara de Comércio Exterior (Camex), informou o ministério.

Uma fonte afirmou que a Nestlé, ao instalar sua fábrica no Brasil, tenderia a usar inicialmente 60% de grãos brasileiros em suas cápsulas, e o restante de outras origens. O percentual de café nacional poderia logo passar para 90%, diante dos altos custos de importação de grãos verdes do exterior.

O volume de cápsulas de café comercializado no Brasil cresceu 52,4% em doze meses até outubro, na comparação com os doze meses anteriores, segundo pesquisa da Nielsen para a Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic). Em valor, o crescimento é de 55,5%. O consumo ainda está concentrado nas classes A e B, no Estado de São Paulo e no Sul do país.

As cápsulas começaram a ser comercializadas no país há pouco mais de uma década, pela Nestlé, com a marca Nespresso. Outras empresas vieram depois, como a D.E. Master Blenders, as brasileiras Café Utam e Lucca Cafés e a portuguesa Delta Cafés.

No segmento de monodoses, a D.E. Master Blenders trabalha com duas marcas: L’OR (compatível com o Nespresso) e Senseo. Os sachês Senseo são fabricados no Brasil desde 2011, em Jundiaí (SP), mas as cápsulas são importadas.

A portuguesa Kaffa, que chegou ao país em março de 2013 fornecendo cápsulas para a Café Utam, investiu R$ 3 milhões para abrir uma fábrica em Ribeirão Preto (SP) este ano. A capacidade prevista é de 60 milhões de cápsulas por ano, para atender indústrias no país.

No fim do ano passado, a Wine.com.br anunciou aportes de R$ 50 milhões para construir uma fábrica de cápsulas de café e um centro de inovação no Espírito Santo. E a Baggio Café, que produz café gourmet torrado e moído, lançou este ano cápsulas de café espresso compatíveis com o sistema da Nespresso.

Via: Jornal Valor

Clipping de notícias de Leônidas Herndl, com informações do país e do mundo, além de finanças, economia e demais temas pertinentes.

Via: Folha de São Paulo — Clipping de notícias de Leônidas Herndl, com informações do país e do mundo, além de finanças, economia e demais temas pertinentes.
< Voltar ao início

contato@leonidasherndl.com.br

© 2014 - Todos os direitos reservados - Leonidas Herndl

Goodae